Campanha de escavações arqueológicas decorre no concelho até 30 de junho

Durante o mês de junho, investigadores da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade do Algarve vão promover mais uma campanha de trabalhos arqueológicos no Tapado das Casas e na anta da Lapa da Meruje, em Carvalhal de Vermilhas.

As escavações no Tapado das Casas decorrem no âmbito do projeto MONS – Etnoarqueologia da Serra do Caramulo e vêm na sequência do trabalho já realizado no ano passado no mesmo local.

Segundo Catarina Tente, investigadora responsável pelo projeto, está a ser escavado um povoado sazonal que seria complementar de Carvalhal de Vermilhas na época medieval. “Vamos escavar uma a duas casas que identificámos no ano passado e que apresentam melhores níveis de preservação. Esperamos recuperar informação não só sobre a arquitetura da casa, mas também de materiais usados, utensílios, tipo de alimentação, os telhados, entre outras.”

Já na anta da Lapa da Meruje pretende-se reconhecer os diferentes momentos da presença humana neste local. Como explica António Faustino Carvalho, investigador da Universidade do Algarve, “estamos a tentar perceber que tipo de atividades tiveram lugar neste espaço que foi um sepulcro, uma espécie de jazigo de famílias, mas que noutros períodos terá sido abrigo de pastores ou de agricultores”, refere.

Nos trabalhos colaboram ainda 11 estudantes das licenciaturas, mestrado e doutoramento de arqueologia.

No dia 29 de junho haverá um dia aberto às escavações, dando a oportunidade à população de conhecer os trabalhos realizados pela Universidade Nova de Lisboa e do Algarve.

Comments are closed.